O Outro Lado da Porta!

Gritos!
Era tudo o que eu ouvia. Naquele lugar escuro, sem janela alguma. Sem luz. Apenas gritos de medo, ou de ódio. Não sabia distinguir exatamente do que era. Não sentia nenhuma presença junto a mim, nem saberia dizer onde estava.
Logo a minha frente uma porta escura, com uma maçaneta reluzindo. Ela estava iluminada, não sei pelo o quê. Os gritos não cessavam. Impregnados em minha mente, ou logo atrás da porta. Do outro lado!
Não sabia o que tinha do outro lado da porta, nem sabia se existia um outro lado. Não conseguia me mover ou dizer coisa alguma. Sentia medo! Medo dos gritos. De saber de quem poderia ser. De descobrir que poderiam ser meus...
















O silêncio me perturbava!
A escuridão do lugar onde me encontrava me trazia medo. Nenhuma janela, nenhuma luz. Apenas uma porta! A maçaneta reluzia, e uma luz iluminava a madeira escura. Luz inexistente.
A sensação de claustrofobia me fazia gritar. Era tudo o que ouvia, mesmo tapando meus ouvidos com as mãos. Do outro lado da porta não vinha som algum. Existia outro lado? Não tinha ninguém ali comigo, não senti ninguém. Não senti nada ao meu redor. Nenhum vento, nenhum cheiro. Apenas o escuro inacabável!

Comentários

  1. Olá!

    Parabéns pelo texto, está incrível! Você já pensou em se lançar como escritor, sei lá, seja numa anologia ou nas plpataformas online, como os wattpad da vida? Talento você tem!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Você escreve contos ou esse é um trecho de uma história que você está desenvolvendo?
    Sobre contos, confesso que não sou tão fã, parece que quando está ficando boa, acaba :(
    Morro de tristeza pensando o que aconteceu depois disso...
    Mas você escreve bem, parabéns :)

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  3. Oie, parabéns pelo texto! O silêncio também me perturba, mas deixo uma dica para você, investe nisso. Talento você tem.

    Beijos,
    Mihh e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  4. Felipe, texto muito bom.
    Gostei muito de como você abordou o silêncio e a escuridão consegui me sentir o personagem.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  5. Oi Felipe, eu adorei o seu texto! Continue postando textos que eu sempre gosto deles, e esse teu está incrível!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  6. Felipe! Eu tiro o chapéu pelo seu texto (chapéu rs coisa mais antiga) mas você abordou muito bem e explorou em diversas formas a escuridão e o silencio. Manda mais textos!!!!

    ResponderExcluir
  7. Gostei da escrita, mas, fiquei mega perdida...É um livro, um conto, um texto? É seu?
    Bjs
    Tay do Let It Shine

    ResponderExcluir
  8. Oláá´!

    Eu gostei do texto! Porque em poucas palavras fiquei com atenção totalmente voltada para ele.
    Você escreve muito bem!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Felipe!
    Adorei seu texto, vc escreve bem pra caramba. Nem vou perguntar se já pensou em ser escritor que já sei qual será a resposta. rs
    Vc tem talento, boa sorte nessa jornada!
    Beijocas
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  10. Oii,
    Adorei o texto bem sombrio.
    Adoro textos assim, parabéns!!

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Felipe!
    Que texto bom!! Gostei muito, me senti bem agoniada enquanto lia, se esse era o intuito, você conseguiu!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Que texto incrível! Me deu até um medo, kkkkk.

    B-jussss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
  13. Oii,
    Adorei o post, ficou bem legal, e me prendeu bastante.
    Estou passando para desejar um feliz 2016.
    Um abraço - Victor Wallace
    http://umalbumpanoramico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário