Nova Coluna: Era Uma Vez

    Oi gente ^-^
    Hoje venho com uma nova coluna, eu sei que as outras do blog estão paradas, mas vou voltar com elas também. Essa coluna eu decidi fazer por conta de um livro que estou escrevendo e está sendo postado no Widbook e Wattpad. Nele é retratado os Contos de Fadas de uma maneira um pouco diferente, então vou falar sobre as versões diferentes de cada história :D. Além de falar um pouco sobre o personagem no livro.
    Na semana que vem já começo com uma história, que é surpresa XD.
    Para quem quiser conferir meu livro, vou deixar o Prólogo abaixo com a capa temporária e sinopse.

    Sinopse:

    Uma peça roubada de um relógio coloca os habitantes da Floresta Encantada, assim como de outras terras, em apuros. Dois irmãos, porém, herdam um livro de sua mãe com histórias manuscritas sobre a vida de todos os habitantes daquele lugar. Juntos, eles vão parar dentro dessa floresta, onde irão tentar desvendar esse mistério e descobrir quem roubou a peça do relógio. Mas, será que eles deveriam se preocupar somente com isso?







Prólogo


Eles estavam sentados na frente de um castelo feito de pedras, mas que possuía uma beleza esplendorosa. A lua cheia iluminava o céu, e ao longe a enorme torre do relógio marcava que já era quase meia noite.
— Não podemos continuar com o que sempre fazemos, os fatos não estão acontecendo como antes.
— Eu sei, Branca. Mas é que não possuímos escolha.
— Você sabe o que aconteceu. Não sabe? Roubaram uma peça do relógio, e é por conta disso que está dando errado.
— E já sabem quem roubou?                                               
— Ninguém faz ideia. Peter estou com medo, e se acontecer algo de errado comigo?
— Não precisa sentir medo, se algo acontecer eu estarei lá para te ajudar.
Peter sabia que aquilo dificilmente se tornaria realidade, ele também sentia medo. Ele temia que algo acontecesse, e sabia que nesse momento ele poderia estar longe.
— Já passa de meia noite, é melhor você ir. – Branca de Neve disse receosa.
— Tudo bem, tenho que ver como está a Terra do Nunca de qualquer forma. – Peter Pan disse se levantando. – Até mais, Branca!
— Até mais!
Peter então retirou um saquinho feito de tiras de uma planta e de dentro tirou um pó dourado, que jogou sobre seu corpo. Ele então ergueu-se no ar e partiu rumo ao céu.
Doze badaladas marcaram que era meia noite.

Comentários

  1. pela sinopse,parece ser muito interessante!
    gostaria de ler esse livro!
    Obrigada pela dica!
    bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Lipe,

    Já conhecia um pouco sua história, só preciso acompanha-la. ;)

    bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário