Resenha: A Escola Do Bem E Do Mal

    Título: A Escola do Bem e do Mal
    Autor: Soman Chainani  
    Editora: Gutenberg
    Páginas: 146

    Sinopse:


    No povoado de Gavaldon, a cada quatro anos, dois adolescentes somem misteriosamente há mais de dois séculos. Os pais trancam e protegem seus filhos, apavorados com o possível sequestro, que acontece segundo uma antiga lenda: os jovens desaparecidos são levados para a Escola do Bem e do Mal, onde estudam para se tornar os heróis e os vilões das histórias.
    Sophie torce para ser uma das escolhidas e admitida na Escola do Bem. Com seu vestido cor-de-rosa e sapatos de cristal, ela sonha em se tornar uma princesa. Sua melhor amiga, Agatha, porém, não se conforma como uma cidade inteira pode acreditar em tanta baboseira. Ela é o oposto da amiga, que, mesmo assim, é a única que a entende. O destino, no entanto, prega uma peça nas duas, que iniciam uma aventura que dará pistas sobre quem elas realmente são.
    "Farelos de biscoito amassados por uma pegada. Uma pegada de um calçado tão pesado e abominável que só poderia pertencer a uma pessoa. Os punhos de Sophie fecharam-se, seu sangue ferveu..."
    Uma viajem cheia de emoções e aventuras pelos Contos de Fadas. Esse livro me encantou pela capa e me prendeu totalmente pela história. A história é muito bem contada e isso nos leva completamente para dentro dela, fazendo-nos viver cada cena.

    "O Storian parou sua escrita agitada, sentindo um momento crucial. O Diretor da Escola lentamente virou-se. Pela primeira vez seus olhos azuis adquiriram um brilho de perigo."
    Em alguns momentos, enquanto lia, não teve como não lembrar de Hogwarts, a Escola do Bem e do Mal contém matérias inusitadas, e achei isso parecido com Harry Potter. A escola é dividida em duas parte, a do Bem e do Mal, sendo então os heróis e os vilões.

    "A barata disparou por baixo da porta do quarto 66, e quase pulou de sua casca. Ela ficou boquiaberta, olhando o vidro quebrado, os vestidos com nós, e as três bruxas dormindo - e saiu depressa antes que alguém a visse."
    Algo muito interessante, e inovador, que tem dura a leitura são os lugares, como a Floresta Azul, e alguns objetos, como o Storian, creio que seja um objeto de escrita. A edição é muito linda, alguns partes da capa possuem um verniz localizado, e em toda página onde começa um novo capítulo possuem um desenho. As folhas são amareladas e não encontrei erros. 
NOTA:




Comentários

  1. Que livro bonito! Também acredito que não tem como ler algo sobre uma escola de magia e não lembrar de Hogwarts. Será que o autor se inspirou em HP para escrever seu livro?

    leitoresforever.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Mesmo sem ter lido o livro estou apaixonada pela historia. Preciso dele *-*

    ResponderExcluir

Postar um comentário